• FBTF

TENTAR MATAR PODE! OFENDER NÃO PODE!



TENTAR MATAR PODE! OFENDER NÃO PODE!


O meio esportivo tem sido solo fértil para lacrações, abusos de todo tipo e muita injustiça. Nos perguntamos onde está a JUSTIÇA?


Recentemente o SC Corinthians se viu exposto à uma punição porque sua torcida teria entoado cantos homofóbicos na sua arena. Se no calor do jogo um atleta ofende o adversário com “palavras consideradas ofensivas” que alguém em algum lugar as classificou como pejorativa ou injúria racial.. o atleta e o clube podem ser processados e punidos dentro da esfera esportiva e fora dela.


Porém, se esse mesmo atleta no calor do jogo fraturar a perna do colega, cumprirá uma breve suspensão enquanto a vítima ficará impossibilitada de competir por vários meses comprometendo sua carreira e a sua vida.


Se um atleta tem a honra da mãe ofendida dentro do campo? Se o adversário proferir dúzias de impropérios que por respeito ao leitor são impossíveis de descrevê-los aqui, e nada acontece? E os árbitros, vítimas de todo tipo de agressão verbal e moral, inclusive dentro do campo?


Quanto as invasões nos CT’s, vestiários, ônibus apedrejados, atletas agredidos, treinadores agredidos, ofendidos e intimidados? Tudo isso pode?


Pergunto a nossa sociedade e as nossas Autoridades,


QUAL A DIFERENÇA?


Entre chamar o oponente de Filho da P* (ofendendo a honra da mãe dele) ou mandar ele para a P* que o pariu, mandando-o tomar no C*, quebrar o tornozelo dele e impedir que ele siga na sua carreira? Quando as organizadas invadem e agridem os artistas do futebol nos estádios, nas ruas, nos vestiários, andando pelas ruas?


PARA..


Os cantos homofóbicos nos estádios e a ofensa racial”?


Se você acha tudo igual, então todas estas questões MERECEM TRATAMENTO IGUAL. Todas estas questões são IMPORTANTES e colocam em risco a preservação da honra e da vida das pessoas.


O que está acontecendo com a nossa sociedade? Com o Ministério Público? Com a CBF? Com a Polícia Militar? Com todas as autoridades que unidas são responsáveis pela segurança do futebol e das vidas a ele atrelado?


Estamos todos cegos? Ou somos todos hipócritas iguais?


Se o atleta assume dentro do campo de jogo que cometeu uma infração, e resolve reconhecer publicamente a irregularidade, ele é vaiado, ofendido, taxado de trouxa e cancelado pela sua torcida. Qual o tipo de merecimento buscamos? Daquele que o fim justifica o meio e caminharemos pela injustiça?


É esse legado que queremos deixar para os nossos filhos? Porque se for, estamos no caminho certo!


O desfecho no episódio envolvendo o caso do EC Bahia ofende a lógica e alimenta a IMPUNIDADE que permeia dentro e fora das 4 linhas. Que fique aqui mais esse registro, quando uma vida for ceifada já sabemos de quem é a culpa.


Quanto as “honras ofendidas”, o Futebol brasileiro tem perdido de goleada para a hipocrisia e a lacração!


EDITORIAL

FBTF

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo